Como Abrir uma Empresa do ZERO em 2021: Guia passo a passo para o SUCESSO!

Iniciar um novo empreendimento parece bicho de sete cabeças, burocrático e caro. Mas fique tranquilo, aqui deixamos os processos simples e transparentes para você! Pensando nisso, elaboramos este guia simples para facilitar o entendimento.

Primeiramente, você deve montar um plano de negócios para saber exatamente o que irá fazer, quais serviços/produtos ofertará, quem é seu público alvo e quais ações deve aplicar para se tornar conhecido e ganhar mercado.

Para ser conhecido é preciso ter um nome que represente toda personalidade da empresa perante o mercado, incluindo um conjunto de ideias e propósitos que serão evidenciadas pela sua logo. Atualmente é conhecido como Branding, que visa valorizar a marca por meio de ações de marketing, criando conexões que facilitem a memorização da marca pelo público alvo, principalmente na hora de procurar serviços ou produtos.  Tendo um nome escolhido, vamos para os próximos passos abaixo:

  1. Nome/Razão social;
  2. Seleção das Atividades que irá exercer (CNAE);
  3. Tipo Societário (EMPRESÁRIO INDIVIDUAL, LTDA, EIRELI)
  4. Documentação básica;
  5. Escolha do Regime tributário (Simples Nacional, Lucro Presumido, Lucro Real);

Nome Empresarial ou Razão Social, como escolher?

Sua ideia é excelente para fazer dinheiro, agora vamos pensar juntos para formar um nome. Escolha o primeiro nome que associe ao seu produtos e seja fácil de ser gravado pelas pessoas, seu cliente lembrará sempre no primeiro nome da empresa. O segundo nome é objeto da atividade, aquilo que você faz e terceiro o tipo societário. Por exemplo, InConta (nome), Contabilidade (objeto) e Eireli (tipo de sociedade).

Nome empresarial escolhido, é importante saber se o domínio (ex.: www.incontacontabilidade.com.br) está disponível para que possa ser criar seu site, além de observar se existe processo de registro da marca em andamento. Para evitar que venha precisar trocar de nome empresarial por direitos de uso da marca. A consulta é gratuita diretamente no site do INPI (Instituo Nacional de Propriedade Intelectual).

Seleção das Atividades que irá exercer (CNAE)

Cada atividade econômica exercida no país segue as diretrizes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), é ele quem cria os CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômico). Por isso, quando coletamos todas as informações sobre o que você fará, iniciamos uma pesquisa detalhada na base de dados do órgão para selecionar o código de atividade correto.

A empresa terá atividade principal e atividades secundárias, permitindo que você não fique limitado a uma única atividade. Uma empresa pode por exemplo ter atividade de mecânica (principal), atividade de auto peças (secundária) e guincho (secundária).

Qual tipo societário devo escolher?

Com a lei da Liberdade Econômica ficou muito mais simples empreender sozinho, sem ter necessidade de dividir seus negócios com terceiros. Para ter sócio é viável quando existe uma soma de conhecimento ou capital para alavancar o negócio e ganhar mercado, mesmo assim deve ter muito cuidado para não colocar toda sua ideia com alguém que fará concorrência contigo mais tarde ou esperar apenas o dinheiro na boca do caixa.

Para abrir sociedade com alguém a opção será Ltda, limitando assim as obrigações da pessoa jurídica ao patrimônio da empresa. Neste molde, em caso de ações judiciais que gerem ônus para empresa, o patrimônio da pessoa física não será afetado. A segunda hipótese é a EIRELI, que possui as mesmas características de ltda, porém sem necessário de um segundo integrante para constituição (veja o artigo sobre sociedades). Vale salientar, que após aprovação da lei de liberdade econômica, a sociedade ltda pode ter apenas um sociedade na modalidade sociedade ltda unipessoal.

Empresário individual é o modelo menos indicado para os empreendedores, devido ao risco dos bens da pessoa física responderem por dívidas e ônus contraídas pela empresa. Nunca se sabe quando uma crise ou ação judicial baterá à sua porta, aqui no mundo dos negócios estamos sempre vulneráveis aos fatores externos. Mas fique tranquilo, ao realizar o processo de abertura com um contador online, ele indicará as melhores opções para o negócio!

Quais Documentos Básicos preciso Apresentar?

Organização é a palavra de ordem para qualquer empreendimento, com início no plano de negócio e vai acompanhar você pra sempre. Para que seu processo não pare no meio do caminho, aqui vamos mencionar os documentos básicos para não ter erros ou atrasos.

  • CPF e IDENTIDADE
  • CNH
  • COMPROVANTE DE ENDEREÇO DOS SÓCIOS
  • ESPELHO DE IPTU (SEDE DA EMPRESA)
  • NUMERO DO PIS
  • RECIBO DO IMPOSTO DE RENDA
  • CERTIFICADO DIGITAL e-CPF MODELO A1

Escolha do Regime tributário, qual a melhor opção?

Lembra que mencionamos no início deste artigo, que cada atividade possui um código criado pelo IBGE chamado de CNAE. Com base neste código, a contador verifica quais as cargas tributárias incidem sobre cada atividade e regras de enquadramento. Atualmente no Brasil, você pode ser do simples nacional, lucro presumido/arbitrado e lucro real.

No modo simplificado (simples nacional), são cinco faixas separadas por atividades, como descriminado abaixo:

Anexo 1 – Comércio

Anexo 2 – Industria

Anexo 3 – Prestador de serviços

Anexo 4 – Prestador de serviços

Anexo 5 – Prestador de serviços

Simples nacional é um regime tributário mais aderido no país, criada através da medida provisória e convertida na Lei nº 9.317/1996, com forte objetivo de diminuir a burocracia e facilitar o recolhimento de tributos das microempresas e médias empresas. (Tabela do simples nacional).

Lucro Presumido/ Arbitrado é um pouco diferente do simples nacional, onde aqui o empreendedor terá guias individuais por impostos a serem pagos e recolherá o IRPJ e CSLL com base na presunção do lucro (8%, 12% e 32%). Após encontrar a base de cálculo, aplica-se as alíquotas de:

IRPJ – 15%

CSLL – 9%

Sobre o Faturamento os percentuais são:

PIS – 0,65%

COFINS – 3,00%

ISS – 2% a 5% (conforme atividade)

ICMS – de 7% a 18% (dependendo estado)

Lucro Real, como próprio nome já diz, a tributação incide sobre o lucro após inclusões e exclusões da base de cálculo. Sendo recolhido de forma mensal por intermédio da Darf.

PIS – 1,65%

COFINS – 7,65%

CONCLUSÃO

Para começar seu negócio você precisa apenas decidir o que irá fazer, criar um nome e trabalhar em cima do marketing. Toda parte burocrática você deixa com a gente, desde abertura do cnpj até analise tributária e a parte mais interessante é que você acompanha o andamento dos processos.

Como você vê, são várias etapas que levam o negócio ao sucesso, por isso precisará de um contador digital para viabilizar a sua vida. Faça como centenas de empresas e tenha esse diferencial e sem sair de casa.

Compartilhar esta matéria

Share on facebook
Share on google
Share on email
Share on whatsapp